25/08/17

Imagine que interessante dar um uso eficiente a espaços mal utilizados em loteamentos ou construções, fazendo com que eles gerem energia limpa e renovável? Com a energia solar é possível! Sua versatilidade e autonomia permite sua instalação em diversos locais diferentes.

 

A microgeração de energia solar ocupa pouco espaço útil quando instalada, mas sua capacidade é grande. Tanto em espaços públicos da cidade quanto em loteamentos privados existem diversos exemplos em que a aplicação de energia solar, em grande e em pequena escala, produz grande economia. Vamos conhecer alguns?

 

estacionamento-solar-blog-ponto-solar

Foto: reprodução / Smartly.

 

Estacionamentos geradores

 

Desde o início da década a ideia de estacionamentos sustentáveis é utilizada em diversos países. Painéis solares servem tanto para proteger os veículos do sol quanto para gerar energia elétrica, que pode ser utilizada para inúmeros fins.

 

No Brasil, um exemplo veio da Universidade Federal do Rio de Janeiro. O estacionamento da instituição tem capacidade para 65 carros e a energia que ele gera abastece uma parcela significativa do campus. A melhor parte é que só ele gera uma economia de R$63.000 ao ano para a universidade.

 

Pequenas estruturas ao ar livre

 

Uma outra ideia eficiente é utilizar os painéis solares para gerar a energia utilizada em postes de iluminação ou para recarregar dispositivos. As estruturas podem ser autoalimentadas, gerando a própria energia e até convertendo em créditos o excedente.

 

postes-com-paineis-solares-sao-oportunidade-de-economizar-na-iluminacao-ao-ar-livre

Postes com painéis solares são forma de economizar na iluminação ao ar livre. Foto: reprodução / Gazeta do Povo

 

Dois exemplos para citar no Brasil vêm das cidades de Campinas (SP) e do Rio de Janeiro. Na cidade paulista, a praça Osvaldo Aranha recebeu recentemente 114 série de postes com painéis solares. Durante o dia, eles captam a energia necessária para utilizar pela noite.

 

No Rio de Janeiro, durante o festival Rock In Rio, serão utilizadas “árvores” de energia solar. Basicamente, são estruturas que na aparência se parecem com árvores, e em que no lugar das “folhas” existem painéis fotovoltaicos curvos. Através dessas estruturas é possível carregar até 10 dispositivos (celulares, tablets, notebooks) por vez.

 

rvores-solares-para-recarregar-dispositivos

“Árvores solares” serão utilizadas no Rock In Rio. Foto: reprodução / Portal Solar

 

Grandes exemplos

 

Provavelmente, durante muito tempo não se pensou numa relação entre o futebol e a geração sustentável de energia. Mas o Mineirão, estádio em Belo Horizonte, provou que ela existe. Desde 2010, a grande construção conta com um 6 mil painéis fotovoltaicos em sua parte superior.

 

o-estadio-do-mineirao-conta-com-paineis-solares

O estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Foto: reprodução / Mariana Viaja.

 

A instalação foi realizada pela Companhia Energética de Minas Gerais, como parte das reformas para a Copa do Mundo de 2014. A capacidade energética instalada é de 1.420 kWp, o suficiente para abastecer 1200 residências.

 

Outro grande exemplo que podemos citar, dessa vez em outro país, é o prédio comercial Sun Dial, na China, considerado o maior edifício solar do mundo. Ele é a união entre a sustentabilidade da energia fotovoltaica e a arquitetura, sendo que seu design foi pensado levando em consideração a capacidade energética.

 

O prédio é multifuncional, possuindo um hotel, centros de treinamento e pesquisas, salas de exposição, salões para congressos, entre outras funções. Seus 5000m² de painéis solares fazem com que seu consumo energético seja 30% menor que o padrão. Nada mal, não é?

 

edificio-sun-dial-na-china-e-o-maior-edificio-comercial-sustentavel-do-mundo

O edifício Sun Dial, na China. Foto: reprodução / World Academy.

 

Como vimos, são várias as possibilidades de aplicação da energia solar, e as chances de economizar são sempre certas. Quer que essa tecnologia faça parte de sua residência ou empresa? Converse com a Ponto Solar! Nossos profissionais estão prontos para tirar suas dúvidas.

 

Com informações de Portal Solar, G1.