01/09/17

Quando se fala de energia solar no inverno, muitas pessoas pensam que a estação é um grande problema, e para o sistema funcionar é necessário que sempre exista um sol brilhando intensamente em um céu azul. Na realidade, esse pensamento é um grande equívoco.

 

Essa confusão acontece porque muitos acreditam que é necessário calor para gerar energia elétrica através do sol, o que não é verdade. Nesse processo, os raios solares (a luz) é que são os responsáveis pela geração de energia, independente da temperatura do ambiente no momento.

 

O calor do sol entra no processo de aquecimento solar, que serve apenas e exclusivamente para esquentar água, e não para gerar energia. Você pode conhecer mais sobre esse sistema aqui.

 

Energia garantida no inverno

 

Como dissemos, no processo de geração de energia através do sol é a luz que desempenha o papel principal, e não o calor. Mesmo em dias nublados, a luminosidade solar ainda está presente, e por isso os painéis estarão funcionando perfeitamente.

 

energia-solar-no-inverno-blog-ponto-solar

Foto: reprodução / Solar World.

 

O inverno inclusive pode favorecer o desempenho dos painéis solares, fazendo com que sejam mais eficientes. Como? Acontece que essas estruturas são feitas de silício, um material semicondutor que perde eficiência quando está operando em temperaturas muito elevadas. Nesse sentido, os dias mais frescos são dias ideais para o funcionamento dos painéis, e por isso a produção de energia solar no inverno não é um problema.

 

Ângulo dos painéis é importante

 

Um fator que também se relaciona à eficiência da geração de energia em diferentes estações do ano é o posicionamento dos painéis, em especial a sua angulação. Nos sistemas fotovoltaicos, normalmente o melhor ângulo para inclinação dos painéis é equivalente a latitude do lugar.

 

A cidade de Curitiba, por exemplo, possui Latitude de 25°. Isso quer dizer que painéis instalados na cidade paranaense geralmente estarão posicionados para a Face Norte a 25° de inclinação.

 

como-e-o-desempenho-da-energia-solar-no-inverno-blog-ponto-solar

Imagem: reprodução / Dtabach.

 

Tocamos no assunto do posicionamento porque durante o inverno a angulação do Sol em relação com a Terra não é como no verão. O sol está “mais baixo”, o que significa que os dias são mais curtos e, portanto, têm menos luminosidade. Isso afeta parcialmente a produção de energia solar, que é ligeiramente prejudicada nessa estação menos iluminada.

 

No entanto, o consumidor pode ficar tranquilo quanto ao prejuízo que os dias mais curtos do inverno trazem. Mesmo no Sul do Brasil, região onde os invernos são mais rigorosos e o céu mais nublado, o potencial energético é alto o suficiente para gerar energia tranquilamente.

 

Viu só? Não há motivos para se preocupar com a geração de energia solar no inverno. Sustentabilidade, autonomia e economia no bolso são os benefícios em todos os momentos do ano para quem usufrui dessa tecnologia. Quer saber mais? Converse com um dos profissionais da Ponto Solar!

 

Com informações de Portal Solar.