28/07/17

O ano de 2016 foi um ótimo ano no desenvolvimento de geração de energia solar, e mostrou que o mundo está cada vez mais optando por matrizes energéticas mais baratas e renováveis. No ano passado, o aumento na capacidade cresceu quase 50% em comparação com 2015, batendo recordes.

 

Usina-China-Ponto-Solar-Blog

 

Energia solar, investimento mundial

 

A consultoria SolarPower Europe estimou que mais de 76 Gigawatts (GW) de capacidade de energia solar foram instalados em todo o mundo em 2016. Para ter uma noção real, isso equivale aproximadamente a cinco usinas de Itaipu, a segunda maior hidroelétrica do mundo.

 

Agora, a capacidade de geração mundial já ultrapassa 305 GW. É um crescimento de impressionantes 600% em sete anos, já que em 2010 a geração global era de aproximadamente 50 GW.

 

Atualmente, o país que lidera o estímulo à energia solar é a China, que somente no ano passado instalou cerca 34,2 GW em capacidade de geração de energia solar. No país atualmente opera a maior usina solar do mundo, a de Longyangxia, com capacidade instalada de 850 Megawatts. Segundo o jornal britânico The Guardian, ela consegue alimentar cerca de 200 mil residências.

 

O país oriental, mesmo sendo ainda o maior poluidor do mundo, tem mudado suas matrizes de energia, optando pelas renováveis. Até 2020, a estimativa é que US$ 360 bilhões sejam investidos em formas de geração alternativas, principalmente a solar.

 

Mas o resto do mundo também tem acompanhado essa tendência, estimulando o crescimento dessa indústria. Os Estados Unidos, também em 2016, adicionou 14 GW às suas capacidades de geração de energia solar.

 

A Europa por sua vez já conta com 104 GW, sendo que o Reino Unido sozinho no último ano foi responsável por quase 30 por cento do crescimento na região. No ano passado, a França inovou instalando inaugurando a primeira estrada solar do mundo, recobrindo um quilômetro da via com painéis capazes de gerar energia a partir do Sol.

 

Estrada-França-Ponto-Solar-Blog

Estrada recoberta de painéis solares instalada na cidade de Tourouvre, no noroeste da França. Foto: reprodução / NBC News

 

Realidade brasileira

 

O Brasil não tem ficado pra trás no desenvolvimento dessa tecnologia e o investimento mundial em torno dela. Para ter uma ideia, o país terminou 2016 com 7.847 unidades geradoras de energia solar, entre residências, indústrias, condomínios. Até o fim do mês de julho desse ano, as unidades já ultrapassavam 12.500.

 

Recentemente, o maior parque solar das terras brasileiras passou a funcionar. O parque da Lapa, localizado no interior da Bahia, é composto de duas usinas e tem capacidade instalada de 158 MW.

 

Parque-Solar-Lapa-Ponto-Solar-Blog

Parque Solar da Lapa é o maior em geração de energia do país. Foto: reprodução / Ambiente Energia

 

Segundo o governo federal, a expectativa é que até ano que vem o país esteja entre os 20 maiores geradores de energia solar do mundo.

 

Como percebemos, o mundo está se caminhando para formas de geração de energia cada vez mais limpas, sustentáveis e econômicos. E você, deseja fazer parte do futuro? Converse com os profissionais da Ponto Solar. Ficaremos felizes em tirar suas dúvidas.

 

Com informações de EXAME, Ambiente e Energia.